top of page

ACM Neto não teve culpa, diz advogado Ademir Ismerim sobre declaração racial na eleição ao governo da Bahia; entenda


Advogado responsável pela defesa do União Brasil na eleição estadual de 2022, Ademir Ismerim afirmou que o então candidato ao governo, ACM Neto (UB), não teve culpa sobre sua declaração racial como pardo. Inicialmente, Neto foi apresentado ao Tribunal Superior


Eleitoral (TSE) como branco e depois mudou. “O ACM neto tinha se declarado pardo na eleição anterior. Aí tem uma coisa chamada RRC, que foi preenchido por um assessor dele. E preencheu como branco. E depois ele pediu para mudar, algo normal. Aí fizeram essa confusão toda. Falaram que ele mudou para receber mais recurso, mas isso não existe. A cota de gênero que leva a receber mais. E os proporcionais.


Não tem a ver com a executiva”, afirmou, ao Política Pod, podcast do Política Livre. Ismerim disse ainda que a oposição ao ex-prefeito de Salvador usou a declaração de forma maldosa. “Os adversários utilizaram de forma pejorativa e ACM neto não teve culpa alguma. Quando colocou pardo, ele seguiu o que colocou nas eleições anteriores”. Política Livre


 

Bahia Informa

O site que mais cresce na Bahia.

Comentarios


bottom of page