top of page

Ator de Hulk critica Lula: Falta de metas para proteção da Amazônia


Mark Ruffalo criticou Declaração de Belém, protocolo firmado na Cúpula da Amazônia entre Brasil e outros sete países em que está a floresta


O ator Mark Ruffalo, intérprete do Hulk nos filmes dos estúdios Marvel, criticou na quinta-feira, 10/8, o presidente e as deliberações que resultaram da Cúpula da Amazônia. Para ele, faltam “metas concretas” para combater o desmatamento da floresta amazônica.


O senhor é um dos meus heróis, Lula, mas me parte o coração ver que a Declaração de Belém da Cúpula da Amazônia não tem metas concretas para proteger a floresta. A emergência para proteger a Amazônia é uma emergência climática – e nós não temos tempo a perder”, disse nas redes sociais.


O ator hollywodiano, que fez campanha a favor de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de 2022, usou como exemplo as ações do presidente colombiano, Gustavo Petro. “A Colômbia, sob comando de Petro, é a primeira nação amazônica a seguir o que a ciência recomenda – a meta de proteger 80% da floresta até 2025, e um pedido para interromper a extração de petróleo na Amazônia”, disse o ator.


Ainda em suas publicações, Ruffalo pediu a Lula que leve as demandas de proteção à Amazônia para a Assembleia Geral da ONU, marcada para o dia 15 de setembro, e cobrou ação do presidente. “Seja corajoso”.


Milhões de anos de uma evolução preciosa nos levaram até esse momento sem precedentes, quando semanas antes da Assembleia Geral, o senhor (Lula) pode mudar o nosso destino. Seja corajoso. Nós estamos com você – e estamos de olho. Vamos fazer isso”.


 

Bahia Informa

O site que mais cresce na Bahia.

Comentários


bottom of page