Bahia completa 15 anos de políticas de promoção da igualdade racial.


Apesar das dificuldades impostas por conta da pandemia, refletidas ao longo dos últimos períodos, as políticas afirmativas seguiram em execução na Bahia, possibilitando a inclusão de diversos segmentos das comunidades negras, dos povos e comunidades tradicionais. Através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) uma série de ações vem sendo desenvolvidas, sobretudo na defesa e garantia de direitos e no fortalecimento econômico.


A titular da pasta, Fábya Reis, aponta como principais destaques deste período a própria criação da Sepromi e o Sistema Estadual de Combate ao Racismo e a Intolerância Religiosa, que conta com estruturas como o Centro de Referência Nelson Mandela. Além disso, a secretaria tem realizado lançamento de editais, campanhas, incentivo e fortalecimento de gestões municipais, de conselhos e políticas transversais com diversos órgãos estaduais. Tudo isso com sistema de financiamento próprio, na ordem de R$ 439 milhões neste período.

 

9 visualizações0 comentário