Corrupção: Um bebê ou uma velha senhora?

Cotidiano da Fé


Corrupção, palavra da moda, ordem do dia, manchete midiática obrigatória. Será uma “bebê” recém-nascida de uma gestação que ninguém percebeu até que a mãe completasse os nove meses? Será uma “adolescente adotada” cujo pais adotivos descobrem assustados que tem conduta rebelde, antissocial e imoral? Será uma “velha senhora” que há muitos e muitos anos é criminosa, mas todos pensam que é apenas uma vovózinha cândida e ingênua?

Eu diria que ela é “jurássica”!

Desde que o ser humano criado à imagem e semelhança de Deus tomou a decisão de insurgir-se contra a situação de direito estabelecida, trouxe à luz a corrupção, tornando-a um princípio fundamental do seu caráter divino corrompido (Ao ver como a terra se corrompera, pois toda a humanidade havia corrompido a sua conduta. Gênesis 6:12). Surge, então, o homem egoísta, soberbo, ambicioso, desejando a qualquer custo ser todo-poderoso. Homem corrompido porque é corrupto. E é corrupto porque é corrompido (Enganoso é o coração [do homem], mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá? Jeremias 17:9).

Assim, a corrupção é tão velha quanto o ser humano, e vai muito além do plano político, mas está entranhada na alma, na mente, no coração de cada um de nós (Todos se desviaram, igualmente se corromperam; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer. Salmo 14:7).

Não estou envolvida em escândalos de mensalão, lava jato ou petrolão, mas sou tão corrupta quanto os envolvidos, quando minto, dizendo que não estou quando não quero atender a ligação do telemarketing do cartão de crédito, ou quando compro além da minha capacidade de pagar, ou quando me encho de chocolate para aliviar a ansiedade, submetendo meu corpo ao sobrepeso ou aos riscos da alta de glicemia…

Sendo, então, a corrupção um problema moral e inerente à natureza humana, para por fim a ela nenhuma lei ou penalidade surtirá efeito, a não ser a restauração da nossa verdadeira imagem e semelhança do nosso Criador.

“Pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus, sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus.” Apóstolo Paulo em sua carta aos Romanos, capítulo 3, versículos 23 a 25.

#CorrupçãoUmbebêouumavelhasenhora

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Bahia Informa- O site que mais cresce na Bahia. #REDELSP