Em visita de ACM Neto à João Dourado, grupo da situação fica no meio do caminho.






João Dourado promete ser a capital política da Bahia neste final de ano. Isso porque o município deverá ter, até o final do ano, novas eleições para escolha do prefeito.


Com a desistência de um recurso no TSE, a chapa formada por Di Cardoso e Rita de Cássia, abriu espaço para que o TRE da Bahia determine as eleições suplementares para os próximos meses.


Considerando que serão necessários 45 dias para campanha, o mais provável é que a nova eleição ocorra entre 07 de novembro ou 05 de dezembro. Qualquer dessas datas estará muito próximo das eleições gerais de 2022, o que aumenta ainda mais a atenção para o município. No ano que vem o mundo político aguarda um embate de gigantes, com ACM Neto prometendo ser o mais duro adversário que o PT enfrentará desde que chegou ao poder, em 2006.


Se nas primeiras pesquisas ACM Neto aparece muito bem colocado, com folga na liderança sobre Jaques Wagner, a realidade local parece ser mais complicada. Na região de Irecê, por exemplo, o coordenador da campanha carlista, ex-prefeito de São Gabriel Zé Carlos da Cebola, encontra-se novamente no cenário político do município de João Dourado ,no meio do caminho dos fatos políticos. É que Zé Carlos, apesar de ter sido prefeito em São Gabriel, tem em João Dourado a sede dos seus negócios. E apoiou fortemente o candidato Di Cardoso nas eleições de 2020.


Se o coordenador da campanha de Neto aguarda alguma retribuição do apoio dado, tudo indica que será frustrado, pois Di Cardoso já teria se comprometido com a campanha de Jaques Wagner, tendo inclusive já tirado fotos com o candidato petista.



Assim, o dia 02 de setembro promete ser de grande expectativa, já que o tour do candidato ACM Neto na região de Irecê iniciará exatamente no município de João Dourado. Nesta data se saberá quem fica com quem nessa história.

427 visualizações0 comentário