top of page

Mulher assassinada a pauladas Eunápolis/BA já tinha sido esfaqueada pelo marido


A mulher de 32 anos morta a paulada em Eunápolis, na noite da sexta-feira, dia 02 de julho de 2021, já tinha sido agredida pelo marido há menos de um ano e meio. Em novembro de 2019, segundo a polícia do município de Serra, no Espírito Santo, Renata Moreira Delfino foi esfaqueada por Gênesis da Silva Souza, um ano mais velho que ela.


Renata teve ferimentos graves e precisou ficar internada. Na ocasião, a polícia capixaba não conseguiu prender o agressor. Pouco tempo depois, o casal reatou o relacionamento e se mudou para cidade de Eunápolis.


Crime brutal:


De acordo com as investigações da Polícia Civil, Renata e Genesis discutiram na noite da sexta-feira (02), em casa. Ele teria dado diversas pauladas na cabeça e no rosto da vítima e, antes de fugir, fechou a casa, no bairro Dinah Borges.


O corpo só foi encontrado por uma amiga no fim da manhã do sábado (03/07). Renata foi enterrada no mesmo dia (sábado), no Cemitério da Saudade, no bairro Juca Rosa, zona norte de Eunápolis. A Polícia Civil já instaurou o inquérito para investigar o crime de feminicídio. Testemunhas estão sendo ouvidas, mas o acusado ainda não foi localizado.

 


Bình luận


bottom of page