SINDICATO DE AMÉRICA DOURADA:GREVE NACIONAL – DE 15 A 17 DE MARÇO DE 2016.

GREVE NACIONAL – DE 15 A 17 DE MARÇO DE 2016. Caros colegas, São muitas são as lutas em prol de uma educação de qualidade e pelo cumprimento dos direitos dos profissionais que atuam na área, e assim, o Brasil estará reivindicando nessa greve: PELO CUMPRIMENTO DA LEI DO PISO CONTRA A TERCEIRIZAÇÃO CONTRA A ENTREGA DAS ESCOLAS ÀS ORGANIZAÇÕES SOCIAIS (OSs) CONTRA O PARCELAMENTO DE SÁLARIOS CONTRA A MILITARIZAÇÃO DE ESCOLAS PÚBLICAS Com o tema: NÃO À PERDA DE DIREITOS DOS TRABALHADORES EM EDUCAÇÃO. No caso de América Dourada/BA, encontramos alguns empecilhos que dificultam nossa paralisação por 03 (três) dias, como segue abaixo: 1º – Não temos espaço físico na sede do município para a realização do evento; “o clube 20 de janeiro se encontra interditado e não há outros que comporte este tipo de evento” 2º – Precisamos compreender que a pauta da paralisação já é cumprida, no que nos cabe, pelo Gestor Municipal, a- Já recebemos o PISO NACIONAL, b- Não temos salários atrasados, assim como quaisquer outros direitos, c- A carga horária prevista na lei é atendida pela Secretaria Municipal de Educação, d- E se paralisarmos os 3 (Três) dias, depois teremos que repor as aulas para os alunos para cumprimento da lei. 3 – Por se tratar de um ano de eleições municipais, devemos ter ciência que a luta da APLB SINDICATO se trata apenas de discutir, atender e fazer cumprir nossos direitos no âmbito da nossa profissão, e não independentemente de partido político, candidatos A, B ou C… promovermos atos de apoio ou protesto a gestores e legisladores em virtude da satisfação ou insatisfação as quais competem, pelo direito democrático garantido em lei a cada brasileiro. 3- A luta é para ser travada, discutida e alguns servidores endentem a greve como recesso, não promovendo a discussão ou mesmo não participando da mesma. Diante do quadro político que se encontra nosso país, precisamos ser coerentes, prudentes, tomar decisões de forma a não comprometer nosso trabalho e muito menos a integridade moral e social de quem quer seja. Sendo assim, analisando algumas propostas dos membros da diretoria chegamos à conclusão que será melhor pararmos um único dia, 15 de março nas respectivas unidades de ensino em cada localidade e na Sede do município, em horário e turno à combinar com a direção escolar, e as ativiades seguem com estudos e discussões acerca dos itens citados acima, com relatórios das discussões assinados por todos os participantes, pontuando as reivindicações, encaminhando posteriormente a APLB/Sindicato de América Dourada, onde será feito um único relatório único e encaminhado a Secretaria Municipal de educação. Na oportunidade pedimos a compreensão de todos e também pedimos sugestões para realização desde ato. América Dourada-BA,14 de março de 2016


À Diretoria da APLB/ Sindicato de América Dourada-BA

#GREVENACIONALDE15A17DEMARÇODE2016

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Bahia Informa- O site que mais cresce na Bahia. #REDELSP