Temer vai à China oferecer “xepa” das privatizações.



Crédito da imagem: Estadão

A grande imprensa noticiou que o presidente Temer vai viajar à China na próxima terça-feira para apresentar os projetos de privatizações para investidores daquele país. Trata-se dos 57 projetos de privatizações e concessões anunciados pelo governo nessa última semana. O total de receitas previstas estimado em R$ 44 bilhões, vai servir para cobrir parte do “rombo fiscal” (dinheiro que falta para cobrir as despesas do governo) de 2018, previsto em R$ 159 bilhões.


Fonte:  @ezequiel_pires

Presidente Temer pretende vender aos  chineses a empresa estatal Eletrobras, segunda maior do País. Acontece que, devido à prolongada “depressão”, as empresas e concessões serão privatizadas no pior momento econômico. As empresas e concessões vão ser oferecidas pelo presidente Temer aos chineses ao preço de “fim da feira”. O preço dos ativos à venda, hoje, equivale a dizer que estarão ao preço de “xepa” da feira.

Certamente, os chineses que não tem nada de “otários”, recepcionarão o presidente Temer com muita festa. Presidente Michel Temer vai até China fazer leilão dos melhores ativos do País ao “preço de banana”. Os olhos puxados dos chineses, como os meus, não quer dizer que eles são cegos. Muito ao contrário, os empresários chineses são muito agressivos em negócios!

Nunca na minha vida, imaginei que iria ver um presidente da República, como que um “mendigo”, implorar dinheiro para “ajudar” a pagar os gastos correntes do governo. Isto mesmo! O dinheiro da venda das privatizações é para cobrir “parte” do “rombo fiscal” (déficit primário) do ano de 2018. É mais ou menos como um chefe da família vender os utensílios domésticos para comprar alimentos para família. É muito triste a situação do Brasil.

E tem gente que aplaude! Fazer o que?

Ossami Sakamori

#TemervaiàChinaoferecerxepadasprivatizações

2 visualizações

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Bahia Informa- O site que mais cresce na Bahia. #REDELSP