Turminha do MPF visitou Escola Adventista de Barreiras (BA) para conversar sobre honestidade.

Alunos apresentaram um coral e encenaram a história de Zaqueu, personagem bíblico que se arrependeu de seus atos corruptos


Foto: Ascom MPF/BA

A manhã da última quarta-feira, 9 de agosto, começou diferente para servidores do Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) e para os alunos e professores da Escola Adventista de Barreiras. O MPF foi até o município, localizado a 871 km da capital, para apresentar o projeto Turminha do MPF 2017, intitulado “Para a Turminha, vantagem é ser honesto”.

Na primeira visita da Turminha no interior do estado, o procurador da República João Paulo Lordelo conversou com 245 crianças do ensino fundamental sobre a importância da honestidade no nosso dia a dia. Para o procurador, “o projeto é mais um grande passo na concretização de um dos deveres do Ministério Público, de estar sempre próximo à comunidade, debatendo e fomentando a cidadania”.

Alunos da educação infantil ao 5º ano fizeram a apresentação de um coral e uma peça teatral, onde encenaram a história bíblica de Zaqueu, um cobrador de impostos que se arrepende dos seus atos corruptos e começa a dividir o seu dinheiro com o povo.

A realização do programa para Barreiras teve à frente o servidor José Santos da Silva Filho, que se voluntariou para organizar as atividades no município. Segundo ele, “poder levar a Turminha do MPF para a escola possibilita desenvolver a finalidade institucional do MPF em outros contextos sociais, apresentando, discutindo e refletindo sobre temas éticos essenciais para a formação das novas gerações da sociedade brasileira”.

O projeto é organizado, desde 2013, pela Assessoria de Comunicação do órgão.

#TurminhadoMPFvisitouEscolaAdventistadeBarreirasBAparaconversarsobrehonestidade

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Bahia Informa- O site que mais cresce na Bahia. #REDELSP