Irecê: Justiça Federal suspende execução de dívidas agrícolas beneficiando agricultores.

Irecê: Justiça Federal suspende execução de dívidas agrícolas beneficiando agricultores.


Na última segunda-feira, 08, o presidente da Copirecê, Walter Ney Dourado e Everaldo Dourado, que são membros da Comissão de Mutuários do Crédito Rural do Nordeste, estiveram em reunião com o Juiz Federal, Dr. Gilberto Pimentel, subseção Irecê, para tratar do endividamento agrícola e a situação de milhares de produtores rurais à beira de ter seus dívidas executadas e perderem o que lhes restam.


Após uma longa explanação e apoiados na Lei 13.001/2014, que concede prazo para renegociação ou liquidação dos débitos até 31 de dezembro de 2015, o magistrado resolveu suspender o processo de execução das dívidas rurais. Segundo Everaldo Dourado, o entendimento do juiz federal está corretíssimo, desta forma cerca de 5 mil agricultores poderão ser beneficiados no território de Irecê. Que são débitos em fase de execução pela PGFN – Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, oriundos do Bando do Brasil, que a decisão alivia mais a situação

Para Walter Ney, isto significa uma vitória, “o juiz foi sensível, dialogamos e houve o entendimento. Produtores com débitos rurais originados do Bando do Brasil, que estão na Divida Ativa da União, enquadrados na lei 13.001/14, tem até o final do ano para buscar resolver a pendência aproveitando as facilidades. Nós vamos continuar na luta, esta é incansável,” disse.

Walter Ney pede aos produtores rurais que quiserem obter mais informações sobre a situação de cada um, que se dirijam a sede da Cooperativa, à Rua São Francisco, centro de Irecê, ou ligue para 0800 8897 013.

Ray Cruz

#IrecêJustiçaFederalsuspendeexecuçãodedívidasagrícolasbeneficiandoagricultores

0 visualização

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Bahia Informa- O site que mais cresce na Bahia. #REDELSP