Coluna de Lauro Dourado|: Petistas em guerra permanente.

Por Lauro Dourado


No primeiro mandato de Lula, o seu governo navegou nas águas tranquilas do Plano Real implantado no governo Itamar Franco, que conseguira domar a inflação e dar estabilidade econômica ao país. Como sabe todo aquele que procura se informar, o país vinha sofrendo sucessivos fracassos em planos semelhantes, como plano Bresser, plano Cruzado e assemelhados.  Com o Plano Real, alguns programas sociais como Bolsa Escola, Bolsa Alimentação, Vale Gás e Bolsa Renda davam assistência as camadas menos favorecidas da população. Cristovão Buarque deu a sugestão a Lula para reuni-los todos num único programa ao qual deu o nome de Bolsa Família.  E passou a surfar em índices cada vez maiores de aprovação a seu governo. Reelegeu-se tranquilamente depois conseguiu fazer sua sucessora, também por duas vezes. Foi a era petista que agora começa a soçobrar.

Os governosdos presidentes Itamar Franco e FHC, foram firmados no liberalismo. De acordo com esse ideário, o Estado interfere o mínimo possível na vida do cidadão e há respeito a democracia, ao livre mercado e a propriedade privada. Os governos Lula e Dilma foram orientados segundo a cartilha socialista: forte presença do Estado, estatização de empresas, desapropriação de propriedades, pesada carga tributária, programas sociais voltados às classes de baixa renda e controle dos meios de comunicação.

Nesse breve resumo fica parecendo que as duas concepções de governo sempre conviveram harmoniosamente. Mas é justamente o contrário; há uma guerra ideológica em curso e todos os meios que estiverem ao alcance foram e estão sendo usados para fazer prevalecerseus ideários. Sobretudo pelo PT que, como estamos sabendo agora, aparelhou os órgãos judiciários como a Procuradoria Geral da República e o Supremo Tribunal Federal. Há aindao Supremo Tribunal Eleitoral, o qual é presidido pelo ministro, ex-advogado do PT, Dias Toffoli. E para garantir a permanência no poder, os cofres das empresas estatais foram assaltados literalmente,a exemplo da Petrobras, sendo que o produto do roubo foi registrado como “doações legais” ao PT. E há fortes indícios de que as verbas do Programa Mais Médicos que são enviadas a Cuba, voltam para o Brasil clandestinamente, também para fortalecer o partido. E há ainda em curso duas CPIs: a da Coaf e a do BNDES, que o governo está manobrando para encerrar sem nada concluir. Tudo isso ocorre sob os olhos estarrecidos da nação. A imprensa noticia e sobre isso é necessário abrir um parêntesis.

Todo aquele que abraça a ideologia socialista tem a convicção de que está participando de uma guerra contra as forças “conservadoras e reacionárias”. Em oposição a elas, se autodenominam de“progressistas”. Então vemos esses dois lados em conflito atualmente no Brasil. E a guerra se dá sem quartel nos meios de comunicação, nas redes sociais e nos blogs patrocinados pelo governo federal. De um lado a Veja e a Globo; do outro lado a Carta Capital e a Record. A imprensa governista escamoteia todas as informações que denigrem o governo, enquanto as não alinhadas, faz o contrário. Quem quer que noticie o que se dá na operação Lava-Jato, é chamado de “golpista”,sobretudo pelos estudantes universitários que sofrem uma severa lavagem cerebral nas faculdades, coalhadas de professores socialistas. E há também o MST, MTST, ONGs, movimento Catraca Livre, UNE, LGBT, CUT e sindicatos, todos alinhados em defesa do governo que seria tarefa exaustiva enumerar. E há ainda a militância, gente de todos os estratos sociais que foram recrutados para a defesa do governo, com atitudes agressivas, a exemplo dos BlacksBlocs composto de jovens da classe média.

A corrupção tomou conta de todos os níveis da vida do cidadão, de modo jamais visto em qualquer época. A carestia avança sem tréguas: uma semana há um novo aumento dos combustíveis, na outra da energia, daqui a pouco a do botijão de gás contaminando toda a cadeia produtiva. E os petistas, para revolta da população sofrida, defende o governo com unhas e dentes. Não só defende, como homenageia seus corruptos a exemplo de Zé Dirceu e Genoíno. E não adianta discutir porque eles são insensíveis a qualquer evidência. São como aqueles fanáticos do Estado Islâmico que degolam pessoas ao vivo na internet. Estão convictos de que, a exemplo do EI, estão participando de uma batalha meritória que no final vai beneficiar os excluídos e penalizar a classe média e o empresariado. E não há quem consiga demove-los dessa ideia. Nem sob a ameaça do castigo divino.

#ColunadeLauroDouradoPetistasemguerrapermanente

1 visualização

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Bahia Informa- O site que mais cresce na Bahia. #REDELSP