VAMOS PERDER O MEDO DA CHUVA

“É pena que você pensa que sou seu escravo, dizendo que sou seu marido e não posso partir…”

É preciso perder o medo da chuva, é preciso perder o medo e sair da gangorra para pegar estrada e conquistar novos horizontes…

É preciso perder o medo da chuva, deixar de ser pedras imóveis na praia e buscar novos rumos…

Precisamos aprender os segredos da vida, pois, ninguém é feliz neste mundo tendo amada uma vez.

É preciso a irreverência; é preciso fazer acontecer; é preciso tentar sempre, sempre e mais do que uma vez, tente outras vezes…

Precisamos trair as nossas juras dizendo que faz tudo aquilo que um religioso falou.

Vejo na nesta música de Raul Seixas, Medo da Chuva, um grito de liberdade, onde ele deixa de ser escravo de uma aliança, deixa de ser pedra, deixa de ser cordeiro, tudo quando se faz ou é cobrado por obrigação sufoca, maltrata, podemos ser casados para sempre, poderemos até ficar imóvel na praia e seguir os ensinamentos conforme um religioso falou, mas é preciso que sejamos justificados, precisam teres razões para sermos o que nos cobram.

A música que nos faz imaginar num relacionamento de um casamento que está indo ao fim, quando se perde o medo da chuva, assim também vejo como uma aliança política, as pedras imóveis, são os eleitores que não mudam de opinião, há também aqueles que misturam fé com política partidária, e muitos jurando obediência eterna a um comandante errante. Vamos perder o medo da chuva e acreditar nas coisas novas, como afirma Belchior que também são boas, o amor/humor das praças cheias de pessoas.

Precisamos ousar mudar para melhorar, conservar o que já está bom e todos dias darmos gritos de liberdade, a vontade de vencer não pode ficar com o grito preso na garganta deixando que outros decidem por nós.

Viva a liberdade! Viva as mudanças! 

#MAURODOURADO #VAMOSPERDEROMEDODACHUVA

2 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Receba nossas atualizações

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

© 2019 Bahia Informa- O site que mais cresce na Bahia. #REDELSP